255147828439789

última hora

Campos de Luz recebe investimentos, promove inclusão e chega a Catas Altas

26 de dezembro de 2018 - 15:00 | por Redação
Campos de Luz recebe investimentos, promove inclusão e chega a Catas Altas
Catas Altas
0

O Programa do Governo do Estado — em parceria com a Cemig — resgata espaços inutilizados por falta de iluminação, com aportes de R$15 milhões para contemplar 300 espaços esportivos no estado.

Catas Altas , que possui cerca de 5.300 habitantes e está localizado a 121 km de BH é uma das cidades beneficiadas. Nesse município, o programa do Governo do Estado para iluminação de quadras e campos públicos — em parceria com a Cemig — beneficiou a população do distrito de Morro D’Água Quente, a 5 km de Catas Altas, sentido Mariana.

“Este projeto foi muito importante para os moradores do nosso distrito do Morro D’Água Quente. O campo ficou mais iluminado, melhorando as condições do local para a prática de esportes e atividades de lazer no período noturno. E ainda gerou mais segurança para a população local. Todos ficaram muito satisfeitos”, garante o prefeito de Catas Altas, José Alves Parreira.

Investimentos e meta

A fim de melhorar a qualidade de vida e a inclusão social de comunidades carentes com a prática de atividades esportivas, de lazer e de cultura com mais segurança, o Governo do Estado e a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) investem R$ 15 milhões no programa Campos de Luz para iluminar 300 espaços públicos. Os recursos são destinados aos projetos, obras e aos materiais gastos em sua execução.

A meta é iluminar 250 campos de futebol e 50 quadras até o fim de 2018 em todas as regiões de Minas Gerais. Segundo Melquisedeque Clementino Ferreira, da Gerência de Relacionamento com Clientes Especiais do Poder Público/Cemig, 72% das obras foram concluídas até meados de setembro, o que equivale a 218 espaços públicos iluminados. Outros 32 estão recebendo a estrutura projetada para ser entregue à população. O número de municípios atendidos até o momento é de 166 e pode chegar a 200 nessa etapa.

Requisitos necessários

Conforme o coordenador do programa, de modo geral os projetos têm o mesmo padrão, com alguns ajustes dependendo do espaço a ser iluminado.  Entretanto, existem critérios para atendimento aos municípios. Os campos e as quadras precisam estar em espaço público esportivo e pertencer à prefeitura municipal, que deverá ser a gestora e se responsabilizar pela segurança, manutenção das instalações e pagamento das faturas de energia elétrica.

De acordo com o programa, o campo pode ter no máximo 120 metros e no mínimo 90 metros de comprimento; a largura de até 90 metros e o mínimo de 45 metros. Para as quadras a medida é de no máximo 40 metros e o mínimo de 20 metros de comprimento, enquanto a largura máxima poderá chegar a 20 metros e a mínima de 10 metros.

 

Os campos devem possuir alambrados e as quadras também, ou outro anteparo físico sólido em seus limites. Esses espaços devem possuir rede de energia elétrica bem próxima da porta do campo ou da quadra.

Observações para municípios interessados

O regulamento do programa impede que sejam atendidos campos ou quadras poliesportivas pertencentes a clubes profissionais ou escolas que estejam em áreas de propriedade particular. Também não é permitida a iluminação de campos ou quadras situados em unidades de conservação ambiental, conforme a Lei Federal 9.985/2000. E por razões técnicas também não serão contempladas quadras poliesportivas que tenham cobertura.

Todas as prefeituras que pleitearem o benefício precisam estar adimplentes com a Cemig e com o Estado de Minas Gerais. E, por último, o campo ou a quadra devem estar localizados em município da área de concessão da Cemig Distribuição (Cemig D).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *