255147828439789

última hora

ETA do Morro D’Água Quente terá investimento superior a meio milhão de reais

17 de julho de 2019 - 10:03 | por Redação
ETA do Morro D’Água Quente terá investimento superior a meio milhão de reais
Saúde
0

Foi dado início ao processo para construção de uma unidade da Estação de Tratamento de Água (ETA) no Morro D’Água Quente, em Catas Altas.

Projeta-se que a ETA deva ser construída ao lado da atual caixa d’água do distrito e atenderá à Norma Brasileira NBR-12.216 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) que fixa as condições exigíveis para a elaboração de projeto hidráulico de Estações de Tratamento de Água (ETA).

Quando concluída, a ETA vai garantir o tratamento adequado de 20 litros de água por segundo, diminuindo a incidência de doenças, que tem no líquido sua via de transmissão.

Para viabilizar a construção da Estação no Morro D’Água Quente, a administração municipal iniciou o processo de licitação para contratação da empresa que ficará responsável pela obra, orçada em R$ 545.153,04.

“Esta era uma obra que já estava prevista. Durante a inauguração da farmácia no distrito, mês passado, nós adiantamos que a próxima ação na comunidade seria a nova ETA. Já temos os recursos garantidos  em caixa para iniciar os trabalhos e agora é só aguardar a finalização do processo licitatório”, destaca o vice-prefeito Fernando Rodrigues Guimarães.

Além do recurso próprio, a atual Administração também encaminhou um projeto orçado em R$ 400 mil para participar do programa da Funasa por meio de uma indicação parlamentar. “Esse recurso, se vier, também será muito bem-vindo”, reforça Guimarães.

O vice destaca que, durante seus dois mandatos como vereador, lutou pela construção da ETA no distrito. “É, realmente, inadmissível que durante oito anos, em um período de alta arrecadação, essa estação não tenha saído do papel. Mas estamos nestes pouco mais de dois anos tentando suprir essa falta. Mesmo com recursos escassos”, finaliza.

A previsão é que a estação esteja em funcionamento seis meses após o início da obra.

Foto: Mundo

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *