última hora

Itabirito investiu mais de R$ 55 milhões em saúde no ano de 2017

16 de maio de 2018 - 09:10 | por Redação
Itabirito investiu mais de R$ 55 milhões em saúde no ano de 2017
Itabirito
0

Quase 80% dos recursos são provenientes do município

Em 2017, a Prefeitura de Itabirito investiu R$55.105 milhões na área de saúde do município. Esse e outros números foram apresentados na audiência pública realizada na última sexta-feira, 11 de maio, na Câmara Municipal. O encontro, aberto ao público, teve como objetivo apresentar a prestação de contas da Secretaria do último quadrimestre de 2017 e os números finais do ano.

Do total investido na área de saúde, mais de R$43 milhões, o que corresponde a 79%, são verbas provenientes do próprio município, enquanto pouco mais de R$10 milhões são oriundos de recursos federais e apenas R$1,2 milhão do Estado. Com relação à distribuição dos recursos, houve um equilíbrio entre o montante destinado à atenção primária e a média e alta complexidade, que receberam cerca de R$25 milhões cada. O restante do valor foi dividido entre assistência farmacêutica e Vigilância em Saúde. De acordo com o vice-prefeito e secretário de saúde, Wolney de Oliveira, os números refletem o bom serviço prestado no município. “Quanto mais investimos na atenção básica, mais trabalhamos na prevenção, evitando os agravos. Quanto mais o paciente precisa de serviços especializados, mais doente ele está”, explicou.

Indicadores

Assim como aconteceu no segundo quadrimestre, a Prefeitura conseguiu cumprir a meta de seis dos sete indicadores apontados pelo Ministério da Saúde: 100% de verificação de óbitos em mulheres em idade fértil, de 10 a 49 anos, 100% de registro de óbito com causas definidas, 0 óbito maternal, 100% da população com cobertura do Programa Saúde da Família (PSF), 82% de cobertura odontológica com a meta de 75% e 100% de controle de agravo no trabalho. Somente o indicador que avalia o número de partos normais ficou um pouco abaixo do esperado: 26, 60% frente à meta de 30%, já que a própria usuária tem o poder de decisão na escolha ao parto, mesmo tendo a orientação sobre os benefícios do parto normal.

“Os números comprovam que estamos no caminho certo. Nossa equipe tem trabalhado para oferecer o melhor à população. É claro que alguma coisa pode não sair como planejamos e, por isso, é importante que as pessoas procurem a Ouvidoria da Secretaria sempre que quiserem fazer reclamações. Desta forma, podemos identificar os gargalos do sistema e solucioná-los”, finalizou Wolney.

A Ouvidoria funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O contato pode ser feito pelo telefone 3561-4068 ou pelo e-mail ouvidoriasusitabirito@pmi.mg.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *