última hora

Policiais militares são homenageados pela Câmara de Mariana

23 de junho de 2018 - 00:06 | por Redação
Policiais militares são homenageados pela Câmara de Mariana
Mariana
0

A Câmara Municipal de Mariana homenageou a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) por meio da outorga do Diploma de Honra ao Mérito “Quartel de Dragões da Vila de Nossa Senhora do Carmo” a policiais militares que se destacaram nas atividades operacionais e administrativas. A Solenidade de outorga do Diploma – que completou sua 10ª edição neste ano – aconteceu na noite da quinta-feira, dia 21 de junho, no plenário da Câmara, na Praça Minas Gerais.

Os homenageados deste ano foram: em âmbito estadual, o comandante da 3ª Região da PMMG, Coronel PM Antônio Balsa Coelho Neto. Em âmbito regional, a Tenente-Coronel PM Karla Fernanda de Oliveira Morais. Em âmbito municipal: o 2º Sargento PM Émerson Ferreira Xavier. Foram concedidas, também, quatro homenagens especiais: ao Coronel PM Eduardo Lucas de Almeida; ao 1º Tenente PM Marcus Welby de Campos; ao Cabo QPR João de Freitas e ao 1º Sargento PM Edriano José Passarini da Polícia Ambiental.

“O valor histórico e o valor do reconhecimento desta outorga são incomensuráveis. E todos os anos, temos policiais militares homenageados com este Diploma, o que é muito importante, porque a Câmara, representando o povo, reconhece os serviços prestados por nossos militares em Mariana e na região”, afirmou o comandante do 52º Batalhão da Polícia Militar (52º BPM), Tenente-Coronel PM Winder Rodrigues Pinheiro, o qual proferiu, na Solenidade, o discurso em nome da PMMG.

O agraciamento foi instituído pela Lei Municipal nº 2.311/ 2009, cujo proponente foi o ex-vereador Raimundo Horta. A entrega do Diploma é sempre efetivada no mês em que a Polícia Militar de Minas Gerais comemora seu aniversário. No dia 9 de junho de 2018, a instituição completou 243 anos.

Quartel dos Dragões – O Diploma de Honra ao Mérito “Quartel de Dragões da Vila de Nossa Senhora do Carmo” faz referência ao primeiro Quartel de Dragões da Capitania de Minas Gerais, que foi construído em Mariana – então Vila de Nossa Senhora do Carmo – para abrigar duas Companhias de Dragões, criadas em 1719 pelo governador da Capitania das Minas Gerais, Pedro Miguel de Almeida – o Conde de Assumar.

O termo “dragão” designava um tipo de soldado que combatia a pé e se deslocava a cavalo e começou a ser usado em meados do século XVI, na Itália. A origem do termo também é atribuída ao fato de um soldado de infantaria se parecer com um dragão quando, a galope, usa sua casaca solta ao vento.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *