última hora

Sábado tem projeto “Música sem Barreiras II”

9 de agosto de 2018 - 14:00 | por Redação
Sábado tem projeto “Música sem Barreiras II”
Itabirito
0

O projeto Música sem Barreiras II chega a Itabirito no próximo sábado, dia 11 de agosto, com a proposta de realizar a circulação e o intercâmbio artístico.  O projeto é uma das propostas da Fundação de Educação Artística – FEA e consiste na realização de workshop para alunos locais e de uma apresentação musical aberta ao público. Todas as atividades são gratuitas.Em Itabirito, serão oferecidas 30 vagas para o workshop, que ocorrerá das 14h às 17h, na Casa de Cultura Maestro Dungas. A apresentação musical será às 19h, no mesmo local.

No ano passado, em sua primeira edição o projeto passou por Belo Horizonte, Sarzedo, Ouro Preto, Ibirité, Conceição do Mato Dentro e Betim. A ação pretende levar às comunidades de diferentes regiões do estado ações culturais inclusivas e participativas, que favoreçam a interiorização, o intercâmbio e a acessibilidade à música, respondendo às demandas culturais locais da maneira mais abrangente e interativa possível.

Sobre o projeto

O “Música sem Barreiras II” é um projeto da Associação de Amigos da Fundação de Educação Artística (Flama), realizado pela Fundação de Educação Artística e com patrocínio da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Segundo a coordenadora do “Música sem Barreiras”, professora Cristina Guimarães, o projeto busca fazer jus ao nome. Para ela, o programa é sem barreiras porque abre espaço para jovens carentes que querem estudar música, assim como rompe obstáculos ao chegar a comunidades carentes das periferias e do interior, enquanto favorece a formação profissionalizante de jovens músicos, sem limitar gêneros musicais ao programa de apresentações. “O legado é diferenciado e tanto estimula o movimento musical local quanto o desenvolvimento da sensibilidade artística, preparando o aluno para ouvir. Isto é apreciação musical”, celebra Guimarães.

Workshop

Os trabalhos terão como proposta central o uso amplo da voz humana. Por meio de uma peça musical, previamente selecionada, serão explorados diferentes recursos rítmicos e texturais da voz, combinados ao uso dos instrumentos presentes no workshop. Por meio deste encontro, os coordenadores pretendem permitir que os modos mais habituais de se organizar as vozes de um coro sejam expandidas e ressignificadas, visando assim contribuir de maneira criativa para o trabalho cotidiano daqueles que participarão da oficina promovida pelo projeto.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *