255147828439789

Startups interessadas no Parque Tecnológico em Ouro Preto

29 de agosto de 2019 - 16:50 | por Redação

Nesta semana, a Prefeitura de Ouro Preto recebeu representantes de quatro Startups da área de mineração (Miningtechs) e também representantes da Samarco. As quatro Startups são a EcomudElementGMTech Reuse, que foram selecionadas pelo projeto Minerall, iniciativa da aceleradora de Startups Neo Venture e da Samarco, com foco no aproveitamento dos rejeitos da mineração. As empresas tem interesse em usar como sede o espaço do Centro de Eventos, localizado no prédio da antiga Fábrica de Tecidos, que será convertido em um Parque Tecnológico e Centro de Eventos, denominado Inconf.Tech.

O uso do espaço como Parque Tecnológico e Centro de Eventos busca aumentar o empreendedorismo tecnológico e a geração de empregos, incentivar a pesquisa e o crescimento econômico do município, além de atrair eventos para a região. Para Felipe Guerra, secretário de Turismo, Indústria e Comércio da Prefeitura de Ouro Preto, é muito importante Ouro Preto diversificar a sua economia, não apenas com o turismo, mas também com um polo tecnológico regional, aproveitando as bases de conhecimentos existentes, como a universidade, IFMG e empresas mineradoras.

O Gerente do Setor de Tecnologia da Informação da prefeitura, Rafael Gomes, avalia o interesse em função da nova legislação municipal sobre o tema e o trabalho conjunto com entidades e empresas.

 

Para Alessandra Prata, Engenheira Especialista de Mineração na Samarco, o local é o ideal para novos investimentos, com atração de negócios de base tecnológica, além da boa infraestrutura da área.

Gabriel Saleh é ex-aluno da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), formado em Administração e participou da visita representando a Startup Element, que tem como foco o trabalho de reaproveitamento de insumo (rejeito) de ferro ligas e tem opinião similar sobre o espaço: “A gente percebe um ecossistema muito bem desenhado no parque tecnológico para trazer empresas de Startup, não só do espaço físico em si, mas em tudo que está sendo feito pela Prefeitura em questão de legislação”.

Durante a visita os representantes das Startups e da Samarco tiveram a oportunidade de conhecer pessoalmente o espaço que irá abrigar o novo Parque Tecnológico, além de conhecer alguns laboratórios da Escola de Minas, no campus Morro do Cruzeiro.

Recentemente  a administração municipal e a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) assinaram um protocolo de intenção para a criação do parque que estará em área de 19.000 m2, com 3.444 m2 em área construída e 12.000 m2 para estacionamento e/ou grandes eventos, além de outras áreas de convivência.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *